O senhor do tempo

Éramos pra ser muita coisa nesses últimos anos, e não fomos. Hoje, olho para o retrato posto na parede e recordo desse tempo que já se foi, desse tempo que pertencia só a mim e você.

Às vezes penso, o que nós dois seríamos se estivéssemos aqui, se continuassemos aqui, o tempo que nos constrói é o mesmo tempo que nos destrói, e não adianta esquecer o que nós dois fomos.

E penso o quanto bom seria se pudéssemos voltar através do vento, para trás, para aqueles dois seres esquecidos na estrada, aqueles dois seres tão ingênuos do tempo que estava por vir.

Anúncios

Para Além das Montanhas

Na sociedade tudo é diferente, o homem se diz gente mais é o bicho mais perigoso. Tudo soa de forma estranha, na sociedade é preciso ser forte o tempo todo, pois quando mais se vive, mas a morte nos ameaça.

Não são os animais ou as mudanças climáticas que ameaçam quem vive em sociedade, o perigo tem várias faces e se esconde em cada beco ou rua da cidade, na sociedade todos procuram sobreviver, seja para alimentar seus filhos ou encontrar um abrigo daquilo que os fazem temer.

Então toma meu braço e leva-me contigo para as montanhas, sabemos o quanto o ser humano é capaz, vamos viver da coleta e da caça, e quando faltar esperança, aquecemos um ao outro e tomaremos um bom café.

Não me abandone jamais

Sim, ela talvez esteja onde eu a vi pela última vez. Talvez cercada pela família e pelos amigos. Quem sabe ela esteja sorrindo, quem sabe ela esqueceu quanto tempo faz.

Eu continuarei aqui, eu quero continuar aqui e deixá-la viver, a felicidade dela é tudo de mais importante que eu quero.

Entre uma xícara ou outra de chá e café, eu lembrarei dela, eu quero lembrar dela porque fora desse universo que estou submetido, lembrar dela me dar forças.

E nesse universo que eu estou submetido voltar ao tempo era tudo que eu mais queria, voltar ao tempo e não deixá-la Jamais.

The sense of living

Eu te tinha como uma fortaleza, mesmo que não me sobrasse terras, você era o meu escudo e o meu refúgio para se exilar dos inimigos. E agora! você parte como uma ave que foge do inverno rigoroso, e deixa-me nessas terras devastadas. Das coisas boas que ficaram, resta-me apenas a descrição de teu rosto. Não posso mais voltar eu sei para aquela fortaleza de antes, eu apenas tinha segurança quando você estava nela, e agora que você se foi, tenho que seguir também, a vida é um grande monstro que exige coragem de todos, a vida é tudo aquilo que eu e você não fomos, uma muralha para suportar a guerra.

Reflexos da vida

Feche os olhos e sinta que a escuridão se foi, como também foram embora tudo o que não mais servia: o passado de magoas e as desilusões sofridas nada disso mais existe.

E se teu amigo está à porta, vá abra a porta e saia ao vento, pois o tempo que passa jamais retrocede, e esperar por tempos melhores sem agir consciente é concordar com a paralisia do tempo.

O tempo é definido pela natureza, e o seu conteúdo pela razão humana, nessa hora, eu queria ir embora ao pensar que todos se foram sem ao menos sentir um pouco de felicidade.

As fotos penduradas na parede, expressam cada indivíduo homem ou mulher, que respirou o ar que eu inspiro, e viveram suas vidas a cada modo, com os sentimentos e desilusões que ataca a toda gente.

Quando Criança

Quando criança tinha curiosidade nos olhos; e perguntava ao meu pai o tamanho das estrelas que cintilam no céu. E ele prontamente com um conhecimento de uma criança, dizia-me que que as estrelas eram do tamanho de nossa lagoa que ornamenta a cidade.

Se as estrelas realmente fossem do tamanho daquela lagoa, não havia brilho nas noites de verão, outono e primavera, mas também se não tivesse curiosidade nos olhos e o meu pai para contar, talvez as estrelas não tivessem graça. E eu sairia pela noite com um pensamento vago na cabeça, com milhões de coisas para perguntar.

Talvez até não tivesse tempo, porque o tempo de criança, é tão curto quanto uma passagem de uma noite, que jamais será a mesma. E eu retornaria a lembrança, quando estivesse no fim da vida, e me perguntaria o que eu fiz quando criança, e se assim o pensamento não concluísse, eu morreria insatisfeito, porque meu maior desejo é viver como uma criança.

Por um Segundo

A vida é assim. Tão pequena, e tão Mesquinha, que às vezes não vale a gota de um orvalho. A paz nela tão sonhada e tão desejada não existe. Então procuramos Conforto do outro lado da vida. Mas que vida é essa tão misteriosa para perceber. E quem já se foi hoje, na passagem do tempo que não volta mais, revive o descanso tão esperado, na imensidão da dolorosa inexistência e na lembrança de quem já amou um dia