O Silêncio dos Inocentes

Quando o amor nos tocou, descobrimos que a muito tempo estávamos apaixonados, porque a gente não escolhe a quem amar, o amor é que escolhe a gente. Então te peço e que me aceite assim mesmo como eu sou, com minhas falhas, pois quando o tempo silencia a gente, não significa que fui embora, a saudade é que modifica a gente.

Quem dera sentir novamente o néctar suave dos teus beijos, que retiram de mim toda a condição de mortal, assim nós dois vamos vivendo lapidando todas as esperanças que um dia juramos em silêncio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s