Do espírito livre

Quando nasci, fui colocado aos cuidados dos meus pais, que de tão escravos desse mundo me deram um nome e um batismo ao qual todos julgam que eu estou salvo.

Quando nasci nem mesmo tinha consciência desse mundo, me puseram rótulos e me disseram como deveria me comportar, como deveria me vestir e com quem eu poderia andar.

Já não me bastava respirar, quebrei todas as regras do tempo, rompi com o que me ensinaram, e escrevi o meu próprio nome com a caneta manchada do sangue que deixei cair pela a estrada.

Rasguei os conceitos de fé, e decidi trilhar o meu próprio mundo, é próprio dos espíritos livres pensar diferente, é próprio dos espíritos livres se desgarrar desse mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s