Segredos

Eu olhei tua infinita beleza por trás dos teus olhos, e senti teus lábios que umidecia o meu coração. Eu entrei no teu coração como um cavaleiro atrás de morada, e fui adotado pelas carícias que desprendiam de tuas suaves mãos.

Eu queria nesta hora está ao lado e sentir o meu corpo queimar pelo o fogo que cresce dos nossos corpos, e queria te beijar novamente e sentir que pertenço a ti, eu queria que o Deus cupido não atirasse sua flexa contra mim, eu queria escrever nossos nomes no caminho pela a estrada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s