O amor machuca

Essa noite senti saudades tua confesso. Do sorriso doce quando chegava do trabalho a luz refletida em teu rosto quando brilhava o sol, segues novamente o teu destino, e no meu quintal estão presentes os cactos e as orquídeas que você me deu, e sempre que eu os vejo, eu me lembro de você.

Você sumiu como uma fumaça que se dissipa no ar, não pude te encontrar pela a última vez, aqui ficaram o porta chaves, os jarros e as plantas que ia levar para Você, e em mim um vazio que engole o meu peito.

O amor tem suas consequências, por mais inocente que seja! Espero um dia te encontrar novamente, nem que seja uma vaga imagem de sua beleza se escapando dos meus dedos e da minha visão.

Aonde quer que estejas, saiba que eu te amo, sei que a vida pode machucar e na maioria das vezes ela machuca, carrego em meu peito a dor de tua ausência, e meu coração pede pra você voltar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s