Na esfera das paixões

Dizem que nosso amor ficou temporário como o orvalho depositado em uma folha verde durante a madrugada, e que foi embora quando o sol chegou.

Dizem que te deixei partir para não te ver mais sofrer, e a culpa foi minha pela razão de tua partida. Agora vejo que te causei dor ao te deixar sentir algo que não queria.

Lembro apenas que você dizia que estava doendo! E não falou o que era. Sei que a dor que você sentia, era pensar que estava me perdendo.

Acho que você pensou que eu sempre te enganei, e que agora não te amo mais. Tudo isso são pensamentos confusos de tua cabeça, pois saibas que eu te amo! Na esfera de nossas paixões, acho que para sempre eu te amei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s