O homem supersticioso

Nascido no berço da fatídica ignorância, o homem vê apenas dois caminhos em seu horizonte, sobreviver ou pedir perdão a deus para que esse passado de sofrimento e pesadelos aqui na terra termine logo. O homem é um turbilhão de ideias construídas no decorrer de sua história, e poucos homens possuem história, em sua maioria o homem é apenas um ser destinado a servir a outros homens, para que assim esse homem mais astuto se alanvanque sobre os demais. A religião é a droga mais acessível onde os miseráveis, as prostitutas, os imbecis e os destituídos de inteligência procuram para entorpecer e esquecer de suas tristezas, dos dissabores e dos ódios destilados contra seus semelhantes. A religião existe porque a maioria dos homens não pensam, a religião foi construída no seio da superstição e como objetivo de poder, porque quem teme algo poderoso e invisível aos olhos, jamais pode se rebelar diante de tais superpoderes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s