Caras pálidas

Quando eles vieram, estavam famintos, e suas vestes exalavam um cheiro putrido. Vieram com suas cruzes e suas palavras bonitas e pensaram está nas Índias, nos chamaram de índios e nós os chamamos de cara pálida.

Queriam o ouro e a prata de nossas terras, que para nós não tinha nenhum valor, para eles era motivo de morte, vingança e de guerra, por aqui chegaram muitas caras pálidas com línguas e costumes parecidos, nos classificaram como selvagens.

Roubaram nossas terras, estupraram nossas mulheres e escravizaram nosso povo, esse discurso repetido por todos tinha como objetivo nos dizer que seríamos salvos, para isso teríamos que negar nossos deuses, nossa língua e nossos ancestrais.

Agora, não temos mais liberdade, a costa onde sentíamos o cheiro do mar, pertence a eles, a vida era melhor sem os caras pálidas e nosso mundo foi moldado entre a cruz e a espada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s