Amor fati

Que o nosso amor, não seja um amor de posses, pois, na posse não pode existir amor, na posse o que existe é a insegurança de viver doravante sem a outra pessoa. Em linhas gerais eu quero viver esse momento, o momento em que me doo ao teu olhar.

Que aceitemos nosso próprio destino, em parte, que todas as consequências independa de nós, que nesse momento de eterna ansiedade onde você sussurra o que será de nós, te peço minha cara que jamais desista da gente.

Tudo que acontece é necessário, se eu te amo e não te tenho, eu às vezes idealizo o futuro, mas sofro com as vozes que sussurra no presente, então, eu te amo no presente, eu te amo porque aceitei o meu destino, eu te amo porque te aceitei para minha vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s