Motivo per vivere

Mesmo com o coração sangrando, eu continuei te amando inconcietemente, e de repente parei de te amar. Da vida onde nós cruzamos, acho que abandonei o meu ego, porque para continuar te amando eu também teria que me amar.

Não é possível viver sem liberdade, a decepção vem quando renegamos realmente quem somos, quando trocamos pequenos instantes de felicidade pela maquiagem imperfeita da nossa identidade.

E assim, quando disseste adeus pela última vez! Você pensou que em breve eu estaria aqui de novo, que eu daquele lugar nunca iria sair.

Quando eu disse adeus, até eu mesmo me surpreendi, pensei que jamais chegaria a esse ponto, eu encontrei uma razão para viver, comecei a olhar mais para mim, eu comecei a me amar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s