O lobo azul

O campo está florido e as abelhas já saem para coletar o pólen das flores. Hoje o céu apareceu cinza e o mar está revolto, não é mais hora de pensar em suicídio, mas o que as pessoas tem a ver com isso, através de um pensamento metafísico posso decidir se vivo ou não.

É hora de retornar para casa, talvez eu adiante meus passos, talvez eu fique perdido na rua, me sentindo ser o único no mundo e se desfrutando de minha solidão.

A chuva vem, talvez eu sinta a chuva cair no meu rosto, talvez ela leve consigo a dor que os outros não veem, mas quem sou eu para pensar assim, todas as pessoas possuem suas dores secretas que não deixam ninguém saber.

E se eu morrer agora, o mundo por causa disso não vai parar, ele continuará, como sempre continuou, o mundo sempre continuou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s