Carpe diem

Se você for, eu espero que vá. Mas saiba que nesses desencontros que a vida nos dá, eu estarei te esperando lá na terra onde nasceram teus pais, lá por onde um sorriso ou outro a vida sempre foi mais simples.

Lá onde na escuridão das noites límpidas eu possa enxergar uma constelação e me confudir com a mesma constelação que rodeia os teus lábios, lá onde o homem simples trabalha a terra e alimenta a humanidade, é lá onde te verei novamente.

E se por um breve instante você não quiser mais me ver, eu serei o ar que você inspira ou até mesmo o vento que desloca os teus cabelos em um breve final de tarde.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s