Onde será, que você está agora?

Posso te procurar nas folhas secas que caem das árvores em pleno fim de outono. Eu posso te procurar nas nuvens que passam sobre minha cabeça sem despejar uma gota.

Eu poderia te encontrar em todos esses fenômenos da natureza, mas é no suspiro do vento quando ele passa soprando meus cabelos.

Que então eu posso te encontrar em minhas lembranças, quando todas as pessoas vão embora, quando resta apenas eu com meus pensamentos.

As pessoas sempre vão embora de nossas vidas, nós também em certas horas vamos embora de outras vidas, e assim o sol se põe mais uma vez no oeste.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s