Círculo da vida

Sei que você foi embora, e desapareceu nas curvas que definem essa estrada, da vida o que fomos, resta apenas a memória recheada de frustrações e arrependimento. Os barcos devem seguir, os trens devem seguir e a vida não deve parar. Talvez eu pegue de volta o caminho pela estrada que me conduziu até aqui, mas eu quero continuar, talvez andando eu chegue até o mar e reflita nesse tempo o que eu fiz da vida. Talvez eu ande em circulos e desmai de tanta exaustão! talvez alguém me encontre perdido no caminho. E nesses caminhos da vida que nós dois traçamos, seu principal desejo é me ter de volta em sua vida, sei que a ferida aberta não foi estancada, e suas lágrimas ainda regam as flores plantadas em nosso jardim, as flores cuidadas por nós dois.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s