Quando o amor nasce

Quando o amor nasce não vemos na outra face nada que diminua o ser humano. E assim não vemos em outra forma as cores do racismo, o preconceito que surge do poder econômico, e a falta de religião que hoje é tão natural.

Quando o amor nasce queremos apenas ver a pessoa amada, sonhar com os dias que virão e sonhar acordado com ela novamente.

É assim quando o amor nasce, talvez o amor seja o tempero de uma necessidade que não temos, uma necessidade que esteja por vir, ou até mesmo a ausência do que não fomos, tudo isso quando o amor nasce.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s