América

As Índias ainda estão distantes, e o navio com suas velas flamejantes, desliza sobre a superfície escura e fria do mar. Os homens que tripulam este navio, estão carregados de cobiça, e carregam consigo a absorção prometida no céu, e a justiça no fio da espada, tracejada no pescoço de um homem.

O céu e as estrelas ainda são os mesmos, estendidos no espaço infinito, e os homens que se despedem da Inglaterra, Portugal e Espanha; se jogam no mundo a procura de um abrigo seguro, para descarregarem todos seus traumas passados.

Uns procuram uma passagem, para atravessarem este continente, e se perdem na imensidão dessas terras jamais vistas pelo homem branco.

Alguns dizem que os normandos pisaram neste solo selvagem. Outros julgam os fenícios e os chineses que estiveram aqui em expedições comerciais.

Apenas se sabe, que quando as Naus e Caravelas, aportaram por essas terras, trouxeram consigo tudo de mais mesquinho, tudo que há na sociedade. E destruíram as culturas primitivas que margeavam este continente, da estrela polar ao cruzeiro do sul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s