The way to say goodbye

O vento soprou sobre meus cabelos vindo do leste, e eu disse adeus sem querer dizer adeus! Mas na hora, o adeus era a coisa mais sensata que eu podia fazer, era a coisa mais sensata que o nosso amor poderia aceitar e suportar. E peguei a estrada, nessa hora, não vemos outra saída, só o caminho da estrada que nos conduzem para o desconhecido, talvez seja um abismo a decisão que esteja tomando, talvez, se ficasse estaria me matando aos poucos, e estaria matando ela também, pois o amor não existe mais, os sonhos já se despedaçaram com o tempo, o amor que achávamos ser eterno, mostrou sua verdadeira face. Por mais duro que eu seja, por mais bravo que minha educação me formou, uma lágrima cai, e parece que um rio deságua de nossos olhos, apenas um abraço descreve nossa realidade nesse momento, sei que por alguns dias ela povoará minhas lembranças, e eu também povoarei as lembranças dela, mas quando o amor não existe, é necessário partir, é necessário viver, eu viverei por nós dois, e olharei para trás pela última vez, espero que sejas minha amiga, espero que conserve as coisas boas que ficaram, mas agora é hora de partir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s