Non capirò mai le donne

Aprendi a não parar mais para entender as mulheres, aliás faz tempo que não entendo as mulheres. Em toda sua conjuntura e em toda sua sintonia aprendi que todas as mulheres são iguais. Não importa o status social ou a cor da pele, em resumo todas as mulheres são iguais. Sorte o dia que não miram seus canhões Gutstav para nossas cabeças; sorte nossa, se não movimentam suas divisões Panzers contra nós, todas os dias e todas as noites exigem atenção, e reclamam se olharmos demais para elas, em resumo não há dia que as mulheres desejem destrinchar a pele e separar dos músculos e dos ossos cada camada de nossa epiderme, o fato é que a humanidade não sobrevive sem às mulheres, desde os tempos remotos do paleolítico e do bronze, a humanidade foi edificada pelas mulheres, mas em resumo e no meu íntimo profundo confesso que nunca entenderei às mulheres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s