A última frase

A tarde partia, assim como todas as tardes em tempos de calor, e para casa ela seguia louca para tomar banho e dizer ao namorado que estava morrendo de saudades, como sempre ele dizia estava morrendo de saudades aos poucos também. Nesses dias de calor e de chuvas, onde o clima é quente e úmido e assusta muita gente, é o mesmo clima que enfrentamos todos os dias em tempos de verão. Então ela liga para ele esperando que naquele dia possa falar por horas e horas, mas como de repente e sem explicação ele está muito distante, e apressadamente ela sente uma fisgada no coração, o silêncio que aos poucos era sentido, hoje e aos poucos vai tomando conta de sua vida, ele era para ela uma vida, ela para ele apenas um conto de passagem, e assim quando ele partiu pela última vez, não deixou rastros para onde foi, ela partiu também, não para outro lugar assim como ele, partiu desaparecendo todas as evidências de sua presença física. Ela partiu e não deixou evidências.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s