Na casa

Dos amores que eu tive, talvez, em minha doce ilusão você foi a mais que me deixou feliz, não por sua beleza única e discreta, quando assim prendes o cabelo e deixa o pescoço amostra, mas talvez por seres você mesma e não procurar viver a vida dos outros. Dos amores que eu tive, talvez nunca beijei alguém assim como eu te beijo, dos beijos suaves e pesados que percorrem teus lábios e caminham por toda tua pele. Em algum momento e sempre me acharás esquisito, não por ser único e nem por ser igual aos outros, mas por ser louco dentro dos meus turbulentos pensamentos, e quando nessas loucuras que às vezes nos bate, eu pensar em desistir, eu quero sentir tua presença, hora ou outra ficarás com os olhos abertos pensando na vida, hora ou outra sentirás os meus lábios aquecendo tua face.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s