A beira-mar

Você precisa sentir a onda do mar pra saber que entre a areia e o asfalto existe uma vida a nos esperar, pra saber que se um dia te furtei o juízo para te mostrar um pouco de minha insanidade.

Porque há horas que o tempo voa, e há horas que o tempo se arrasta torturando nossos pensamentos, você pode me chamar de louco se eu te beijar e te sentir a beira-mar.

Mas depois você vai compreender que a loucura é o único instrumento que temos para fugir do tédio e da realidade que nos massacra todo momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s