No porto do sol

Ontem em uma tarde de primavera que mais parece verão, silenciei tua fala com um beijo, desses beijos suaves que navega todo teu rosto, e por descuido ou por vontade quase te deixei sem respiração.

Esse dia foi só nosso, é desses dias que mais gosto, pois esqueço do mundo e de seus problemas, então me concentro apenas em tua beleza junto a mim, como se além dali não existisse mais nada.

Agora, regresso para casa, com a lembrança de teu beijo suave, e com o cheiro do teu perfume em meu lençol, que é quando cai a noite, que mais me lembro de você, e é daí e por diante que eu posso novamente te encontrar, e acalmar o meu desejo de te ver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s