O que pensávamos não ter fim

No princípio era apenas eu e ela, e o mundo então era só nosso, passeavamos pelas ruas da cidade sempre a procura de se distrair.

Ela era meu mundo, e eu era o mundo só dela, planejavamos uma vida tranquila onde o infinito não pudesse nos alcançar.

Agora olho para ela, e não vejo nela o que eu vinha antes, seu sorriso não me motiva, e sua presença não me conforta.

Às vezes o que eu queria era está longe dela, e saber que ela está feliz distante de mim, mas a vida não é tão simples assim como planejamos.

Viver não é simples, viver é a coisa mais complicada do mundo, e nessa hora o que eu queria era sumir, sumir para nunca mais voltar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s