A garota comunista

Se ela era comunista? Não sei! Só sei que por entre linhas me apaguei em seus passos, e quando me viram sonhando acordado, perguntaram o que eu tinha, eu respondi não sei.

Nessa vida cheia de mistérios, eu nunca saberei o que a vida me reserva amanhã, talvez eu fique em meu canto calado, ou corra pros teus braços confessando que te amo.

Será que posso amar quem não tenho? Será o que tenho feito agrada a deus, minto, deus é algo mágico que a sociedade se acostumou a adorar e a justificar suas maldades em seu nome.

Agora o que importa é que estou bem, e esse instante ninguém de mim pode tirar, só eu e você em meu mundo, só eu nessas voltas que a vida sempre dar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s