Ela tinha a pureza de uma criança, mas em seus lábios se escondia a verdadeira face de uma linda mulher, e ela sabia de todos meus segredos desde a infância, e compartilhava sua vida oculta também comigo.

No fundo éramos grandes amigos, e cúmplices de um amor ilegal, e quando nos demos conta já estávamos envolvidos em uma trama sem volta.

Ela espionava minhas cartas e publicações, eu era apenas um sujeito louco que caminhava se equilibrando, pois a todo momento tropeçava em meus próprios passos.

Talvez tudo que ela queria era sentir novamente os meus braços, talvez o que eu queria era sentir novamente seus lábios umedecidos pela sede do desejo

Anúncios