O estranho 

Quando você foi embora, me parecia um estranho, e pensar que a poucos minutos atrás havíamos nos tocado e procurado descobrir a beleza que existe em sentir algo novo.

Eu procurei sentir tuas emoções que não fosse apenas em palavras, procurei decifrar através de teus olhos o por que de estarmos ali há pouco tempo atrás.

E ver que segues para tua vida comum, e eu tento fazer o mesmo, agora entre nós dois há um silêncio inexplicável, você com sua timidez inabalável, e eu nesse momento inseguro da razão, me sentindo um pouco de mim, usada!

Agora desce do carro, quem eu pensei que conhecia ou conheceria há pouco tempo atrás, segue e continua estranho para mim, nesse pequeno espaço de mundo criado em meus pensamentos.

* Dos sentimentos que afligem as mulheres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s