Para você que se sensibiliza com a mesma dor

Hoje quando caminhava com os meus pensamentos, observei três crianças descalças e mal vestidas, uma tinha no rosto as marcas que a vida nos impõe, sem mesmo carregar a culpa de tudo isso.

A outra em seu semblante não tinha muita esperança, que algo intervisse para mudar suas vidas, já a outra era uma menina, e não tinha o trato de uma menina nascida em outro sistema de classe.

Mas no fundo, observei, que eram todas crianças, e dividiam um pedaço de coxinha buscando assim saciar a fome de todos por igual.

Pensei comigo, por que aqueles que bradam com seus gritos procurando holofotes, não se sensibilizam com o sofrimento dessas crianças, e procuram chamar atenção com algo que é inútil para a sociedade.

Notei que aquelas crianças, famintas, e sem nome não davam ibope, que a miséria onde estavam inseridas eram um peso para o Estado.

E que é mais útil, e mais fácil denegrir a felicidade dos outros, dei dinheiro para as crianças, e segui o meu caminho levando comigo um pouco daquela dor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s