deus

E quando eu tinha poucos anos de vida você apareceu como algo sobrenatural, uma figura mitológica que não podíamos ver e nem sentir apenas nos assustava com o poder que tinha sobre os homens.

Eu quis te conhecer e ser o teu mais fiel servo, o problema é que eu cresci e ao ler tua verdadeira história, eu descobri que eras uma fábula assim como todos os outros deuses da humanidade.

As pessoas te procuram porque sentem medo e aguardam na aflição de seus pensamentos, ter a resposta de um conforto por saber que você existe.

Mas você não existe, você está em um calabouço criado na extensão da história humana, e quando as pessoas sentem coisas boas ou ruins te agradecem por ter agraciado ou livrado de um possível mal iminente.

Eu não te procuro porque amadureci meus pensamentos navegando na fonte onde fostes criado, e percebi que tua existência é tão real como o fauno da Espanha ou tupã dos índios brasileiros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s