Antes de te conhecer o meu mundo era pequeno, dava para caminhar sobre a cabeça de um fósforo, chovia muito lá fora, e enquanto a neblina não se dissipava eu me resumia em meus pensamentos.

Antes de te conhecer não apenas setembro era amarelo, todos meses eram pálidos, e as vezes ficava cinza sem eu notar, não era uma doença que afetava os meus olhos, era o mundo que era pesado demais para eu carregar.

E antes de te conhecer os dias pareciam não ter fim, e as noites escutava cada grilo perto da casa, não era o meu ouvido que era apurado, era a insônia o principal tormento da madrugada.

E agora depois que te conheço, só quero sua presença, e não importa se faz chuva ou se faz sol, ou se é verão ou inverno, o que importa é que quando o sol se pôr sempre verei você chegando do trabalho.

Anúncios