Doce Mel

Não sei dizer porque eu te amo simplesmente eu digo que te amo. Talvez porque despertasse em mim os sorrisos mais belos, as palavras mais puras e os melhores sonhos.

Então na solidão de minha casa ou no escondidinho dos meus pensamentos, eu conheço que te amo, mesmo quando estás chateada com minha ausência em um dia de trabalho, e não posso te atender.

Sei que ficas me ignorando, mas enquanto o dia passa e ao caminhar para casa, eu confesso que te amo, pois tua voz nesse dia eu ouvirei.

E se um dia você não quiser mais falar comigo e chegar a hora de partir, saiba que mesmo assim eu te amo, pois as abelhas não tem preferência entre os doces mels e os girassóis, e eu talvez não consiga viver sem você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s