Não posso ficar imune a tanta calamidade, não posso deixar de observar que pessoas que mais possuem, mais se sobressaem com a miséria alheia.

Não adianta dizer que é um fenômeno da natureza a sobrivencia do mais forte, a fome está em toda parte e em cada periferia de uma cidade de pequeno e médio porte.

Enquanto o judiciário esquece da coletividade com seus altos salários, o governo alimenta a sede voraz dos parlamentares que parasitam a estrutura do Estado.

Enquanto isso a violência explode em cada esquina, e o mundo culpa a mudança de valores, e a tentiva de distribuição de renda, tudo que o governo precisa para manipular mais, essa humilde e ignorante gente.

Anúncios