Por aí

Quero andar por aí

E ver se te encontro

Em uma calçada de

Uma rua, quero

Dormir e ver se

Sonho contigo, já

Basta de perseguir

A Lua quando não

Tenho você. Já basta

De correr o perigo

Enfrentando chuvas

E tempestades, pois

Quando o coração

Arde, ele só procura

Por você. E quando

Nascer uma flor no

Meio do asfalto, é

Um sinal que a

Natureza me resevou

Ao teu encontro

Eu pegarei essa flor

E colocarei nos teus

Cabelos, e assim eu

Compartilharei a

Presença da Lua

Contigo, iluminando

A estrada escura do

Caminho da tua casa

Ao alto de uma colina,

Onde a única presença

Humana será apenas

Eu e você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s